3.11.08

caminhão esmaga casal na serra de botucatu

[Fotos: Vinicius dos Santos/Atualiza e corrige: 21h00/clique na imagem para ampliar]
Mais um grave acidente aconteceu na rodovia Marechal Rondon, na região da serra de Botucatu. Ele havia sido previsto em proporções de impacto, como aconteceu, na sexta-feira, por um empresário botucatuense.

Um caminhão tombou carregado de madeira sobre uma Saveiro, provocando a morte, por esmagamento, de duas pessoas e um cão.

O acidente aconteceu por volta das 22 horas deste domingo, [2 de novembro], quando o caminhão, dirigido por Ermelindo Fracasso, carregado com 30 toneladas de madeira, tombou sobre o veiculo, que era dirigido por Antonio Dionísio da Silva, de 54 anos e tinha como passageiro, a esposa Antonia Aparecida da Silva, de 59.

O motorista da carreta, contou que descia a 30 km por hora, mas na altura do KM 236, [no final da serra], não conseguiu fazer a curva e acabou tombando sobre o veículo de passageiro.

Segundo policiais rodoviários e jornalistas que cobriram o acidente, as vítimas ficaram prensadas entre as ferragens do veículo e foram literalmente esmagadas pelo peso da carga e do caminhão. Segundo a Policia Rodoviária, houve partes trituradas no corpo das vitimas, devido ao peso da carga.

Uma má expectativa pairou sobre os experientes policiais rodoviários: poderia ter entre os mortos, uma criança, pois havia muito leite derramado no asfalto, entre o sangue das vitimas. O leite era de um filhote de um cachorro, de poucos meses, que também morreu 'triturado' e esmagado no acidente.
::

::TRAGÉDIA ANUNCIADA

::

Entre os botucatuenses - e usuários da rodovia-, já era esperado um acidente envolvendo motoristas de caminhões, que não respeitam a sinalização que proibe trafego desses veiculos acima de 3 eixos traseiros.

Na última sexta-feira, o empresário Luiz Antonio Fescina, relatou na Rádio Municipalista, ter ficado horrorizado com a imprudência dos motoristas, jogando seus longos 'treminhões' [caminhão que puxa três ou mais carretas de carga], contra carros de passeio.

Contou que para não morrer com os demais passageiros, teve de jogar o veiculo no acostamento e freiar. Exatamente o que não teve tempo de fazer Antonio Dionísio, apesar de as marcas na estrada, indicarem estar iniciando a operação defensiva, contra a carreta Volvo, com 5 eixos.


De acordo com um motorista profissional, entrevistado anonimamente pela reportagem da Rádio Municipalista, ao lado de Policiais Rodoviários, "os motoristas sofrem assédio moral dos donos das empresas de carga, para reduzirem os custos do transporte, uma vez que, pagando os pedágios da Rodovia Castelo Branco, o custo da viagem seria aumentado em R$ 260,00, enquanto que a multa de tráfego na
Marechal Rondon é de R$ 80,00".

"Recebemos orientação de usar a Marechal Rondon e não a Castelo Branco, bem melhor e mais segura, onde viajo, no minimo, em 5ª marcha e quase não uso freio. Na serra de Botucatu se 'fumaçar' a lona de freio das carretas, o negócio é rezar, dai em diante não pára mais, pois a serra é traiçoeira e cheia de curvas, quase impossiveis de se fazer com caminhão e treminhão é impossivel, sem invadir a outra posta, mas recebemos ordem dos patrões", afirmou o motorista, que havia sido orientado pela Policia Rodoviária para retornar à Castelo Branco, no 'alto' da serra.

A Polícia Rodoviária interrompe a fiscalização, impedindo e multando o trafego de longos treminhões na serra botucatuense, apenas para atender ocorrencias de emergência na sua área de atuação, para a troca de plantões e horários de alimentação.

Mensalmente são aplicadas mais de 300 multas, por desrespeito à proibição de caminhões com mais de 5 eixos na serra de Botucatu.

"Fazemos policiamento regular na região da serra, orientando, proibindo e aplicando multas. É 24 horas por dia com fiscalização", afirmou o patrulheiro rodoviário Milanesi.

Os motoristas de caminhões trocam informações sobre fiscalizações da Policia Rodoviária, na parte de cima e embaixo, na serra, via frequência de rádio amador.

Segundo um motorista, a categoria tem de sujeitar às determinações dos patrões, que em tese, gastam mais na manutenção do caminhão, devido a utilização constante da primeira e segunda marcha reduzida, além dos freios, na região da serra de Botucatu.
::
::ESTRADA ESTREITA
::

De acordo com os motoristas que utilizam a rodovia Marechal Rondon, [SP 300], a estrada é estreita e qualquer caminhão com mais de 5 eixos não consegue fazer as curvas, sem invadir a pista contrária.

"Se a estrada fosse mais larga ou houvesse uma terceira pista não haveria problema, mas a pista é 'curta' e para fazê-la, temos de invadir o lado oposto, estando ou não subindo ou descendo veiculos", afirmou o anônimo motorista ao vivo, na emissora.

Um outro motorista, disse na Rádio Municipalista que os profissionais do setor, principalmente do Rio Grande do Sul, tem o hábito de jogar os veiculos sobre os carros de passageiros e até sobre outros caminhões.

O engenheiro chefe do DER de Botucatu disse que as obras de melhoramento da rodovia Marechal Rondon, que estão sendo executados na região da serra, não preveem a ampliação das pistas.

11 comentários:

  1. COMENTAR O QUÊ?
    ENQUANTO VIDAS INOICENTES SÃO LEVADAS PELA AÇÃO IRRESPONSAVEL DE MOTORISTAS E EMPRESÁRIOS QUE ENCHERGAM APENAS O LUCRO FÁCIL, O ESTADO ATRAVÉS DE ORGÃOS "IRRESPONSÁVEIS", (DERSA Etc) ASSISTE DE FORMA OMISSA A AÇÃO DESTES OPORTUNISTAS, AMPARADOS EM UMA LEGISLAÇÃO ARCÁICA MANTIDA POR LEGISLADORES E ADMINISTRADORES IGUALMENTE IRRESPONSÁVEIS E OMISSOS. A POLÍCIA RODOVIÁRIA USA OS MEIOS QUE POSSUI POIS NÃO PODE TRANSGREDIR A MALFADADA E OMISSA "LEI". QUE OS MOTORISTAS E EMPRERSÁRIOS POSSAM, PELO MENOS POR UM INSTANTE, REFLETIR SOBRE ESTA FATALIDADE ONDE ESTÃO DIRETAMENTE ENVOLVIDOS. QUANTOS R$ 260,00 SERÃO NECESSÁRIOS PARA APAGAR DE SUAS MEMÓRIAS, ESTAS DUAS VIDAS?

    ResponderExcluir
  2. alguem ou algum site postou mais fotos desse acidente? caso que sim gostaria de receber pelo e-mail bruno.trators@yahoo.com.br, eu conhecia esse senhor que faleceu no acidente, aguardo e-mail

    ResponderExcluir
  3. É realmente lamentável, costumo usar a serra e não vejo fiscalização, além do mais, a multa deveria se muito mais alta do que o valor do pedágio, mas enquanto não morrer alguém da família de pessoas que podem fazer alguma coisa nada vai mudar e mais mortes virão.

    ResponderExcluir
  4. Quantas vidas já foram perdidas e nenhuma autoridades competentes tomam providências cabíveis,mais duas vidas se foram.Eu sou testemunha de como a filha do casal se encontra,abatida,com olheras, não come direito só Deus para dar o conforto pra ela, sei que é tudo rescente só o tempo para ajuda-lá,esquecer?lógico que ela não esquecerá nunca,resumindo "ela está uma morta viva" não tem um dia que ela não chora pela morte dos pais a vida continua? ela sabe disso mas está muuuuiiito difícil,nós os vizinhos não sabemos mas nem o que dizer pra ela é muito triste!!!

    ResponderExcluir
  5. Nós os vizinhos da filha do casal esperamos JUSTIÇA,não podemos deixar mais vidas,mais mortes se acabarem.Queremos uma resposta dos orgãos que deveriam ser competentes.

    ResponderExcluir
  6. o motorista do caminhao sempre foi inresponsavel...
    esperamos justica
    justica seja feita....

    ResponderExcluir
  7. Gostaria muito de saber se este ser humano motorista do caminhão vai pagar ou está pagando por este crime!?

    ResponderExcluir
  8. o motorista da carreta nao foi um inrresponsavel.ele nao nenhum creminoso para pagar oque fez esse acidente foi uma tragica fatalidade ele estava trabalhando como0 muitos fazem.
    e eu sou a favor de liberar a serra novamente porque acidentes acontecem em todos logares e muita gente ja morreu em muita serras por ai mais nenhuma foi fechada por que a serra de botucatu tem que ser interditada nao sou motorista mais sou a favor deles por que eles levam o brasil nas costas

    ResponderExcluir
  9. Inaceitável uma pessoa postar que o motorista não foi irresponsável.Você esta totalmente desinformado quanto ao assunto ou você é o própio condutor da carreta !!!
    No mínimo o motorista é irresponsável !! Vou mais além, ele não tem a mínima condição de estar conduzindo um veículo e ainda mais à nível profissional !!!! Uma pessoa que se diz "motorista profissional", alega não conhecer a estrada e porisso desceu a serra onde todos que no mínimo sabem "ler as placas" de sinalização lá existentes,,, sabem que é PROIBIDO CAMINHOES COM TRÊS EIXOS E COM TAL PESO QUE ESTAVA CARREGANDO !!!
    Fica as perguntas,,, Qual foi à ação tomada ???? Porque nem o motorista e nem o responsável pela madeira foram acionados judicialmente ?? Porque mesmo irregular o motorista foi liberado ???
    Muito triste. As ações judiciais já estão sendo tomadas !

    ResponderExcluir
  10. Monstro esse motorista (Isso se não estivesse com o rabo cheio de cachaça ou rebit, vai saber), deveria ser feito a mesma coisa com algum familiar dele pra esse demonio sentir na pele o qto é dificil..

    ResponderExcluir
  11. Foi uma grande amiga minha que morreu neste acidente, fica uma enorme saudade, sinto que deveria estar perto da família neste momento tão difícil, mas Deus quis que não fosse assim. Não sei se foi erro do motorista ou não, o que sei é que Sr.Antônio era um excelente motorista, como poucos que já conheci.Fica os meus sintimentos a toda a família, seus filhos (Lilian e Denilson) e seus netos queridos. Beijos à todos.
    Luciana S. Moureira - São José do Rio Preto

    ResponderExcluir